21 JANEIRO 2021
16:45:01
INFORMATIVO - MATÉRIAS
13-01-2021 - CHINGLING MESMO

13-01-2021   -   CHINGLING MESMO

 

 

          Os EUA foram para o saco. Vamos agora ao escândalo do dia, a vacina chingling do Covidão II.

 

          Depois de sucessivas engambelações sobre a eficácia da vacina do Ditadória, chega-se ao final: a (suposta) vacina mais cara e menos eficaz de todas, um fiasco. Como tudo que envolve o vírus chinês. Nada casa com coisa nenhuma na história.

 

          A maioria das pessoas é assintomática ou tem sintomas leves. Não precisa de vacina. E nem de proteção, via "lockdown" ou máscara.

 

          Os protótipos de vacina são protótipos. As empresas não vão se responsabilizar pelo que acontecer depois em termos de efeitos colaterais.

 

          Planeja-se, em função disso, manter as quarentenas, as máscaras, o isolamento, mesmo após a aplicação dos protótipos de vacina se iniciar. Até aí se poderia supor que como não se consegue vacinar todos de uma vez só, os cuidados precisariam se manter por mais algum tempo. Mas o ponto é que vão continuar indefinidamente. E mais: quem se vacinou não precisaria manter isolamento. Mas vai manter, porque não se sabe se os protótipos de vacina realmente funcionam.

 

          A vacina chingling do Ditadória era uma das mais tradicionais em termos de concepção, sendo portanto menos perigosa que as outras, que fazem mão de tecnologias novas nunca antes utilizadas em massa em pessoas. Sendo proveniente de laboratório chinês, de um país que é uma ditadura, de empresa que se envolveu em corrupção e sendo da terra onde o vírus foi criado, a confiabilidade deste produto é zero. Primeiro por ser algo de baixa qualidade, como se viu ao final, na verdade algo inútil. Segundo por ser algo que pode gerar efeitos colaterais desconhecidos, por ser proveniente de uma espelunca. Terceiro por ser algo proveniente do parque fabril sediado no inferno, onde o vírus foi criado, ou seja, pode ser um veneno.

 

          Como se não bastasse tudo isso, não houve a fase IV, teste em idosos e pessoas com comorbidades, utilizando-se a desculpa da urgência. Como então pode haver eficácia geral de X% ou eficácia de X% para casos graves? Essa porcentagem é falsa. Se fosse feita a fase IV, os índices seriam ainda menores.

 

          E as vacinas dos outros laboratórios são ditas mais eficientes, além de serem mais baratas. A chingling tem metade da eficácia e o triplo do preço, ou seja, o desperdício de dinheiro público nisso é de seis vezes. A vacina de método tradicional e que por isso demanda menos pesquisa é a mais cara e menos eficiente. Refazendo-se o histórico de todas as mentiras da OMS, dos bostas ultramarinos, da imprensa corrupta mundial e da pressão política intensa por parte de criminosos da politicalha como Rodrigo Botafogo Maia - que quer o absurdo "impeachment" de Bolsonaro por supostamente atrasar uma vacinação que é impossível, por inexistir vacina aprovada definitivamente pela Anvisa ou por qualquer órgão internacional -, o que se tem na vacina chingling é superfaturamento e engambelação, o Covidão II, um mar de propinas para governadores, parlamentares e para corruptos do STF, que agora foram também acionados para passar sobre a Anvisa, para lhe dar apenas 72h para aprovar a merda da vacina chinesa. Nem na China ela foi aceita, foi descartada em prol da concorrente, que é (alegadamente) 1% melhor. E o índice 1% acima foi divulgado antes do resultado da chingling doriana. Aí depois saiu o índice-fake da doriana, 78%, um número escolhido a dedo, para ficar colado no 79% da outra chinesa e não ficar muito feio. Os 78% são evidentemente um número midiático escolhido e não um resultado. Mas depois disso, como se já não bastasse toda esta embromação, veio a informação de que o índice,  conforme outros critérios também esdrúxulos, seria de 50,38%, outro número midiático escolhido, para ficar 0,38% acima do índice mínimo de 50% para aprovação pela Anvisa. Isso indica que nem os 50% foram atingidos. E a demora na divulgação do resultado é para adequar as informações nos relatórios a serem prestados. E aí vem a REDE petista, que é braço da máfia petista, e ajuiza ação no STF, para que bandidos da Corte decretem que em 72 esta merda tem estar aprovada, para todo mundo então poder colocar a mão nas propinas. Tudo combinado, de alto a baixo. Um tribunal integralmente corrupto, que legisla, decidindo sobre a vida das pessoas, para obrigar uma vacinação compulsória e com prazo para começar, independentemente de qualquer análise séria. E assim é feito porque se não começar logo a chingling será descartada, por ser uma bosta. Como desde o início, nada encaixa com coisa nenhuma. De além-mar até o ultramarino, do laboratório à secretaria, da governadoria aos altos escalões do STF, está todo mundo mancomunado para faturar bilhões, pondo a vida das pessoas em risco, destroçando a economia e ainda usando tudo isso para jogo político, para destruir um governo que encerrou o Mensalão. O país está agora na prática numa verdadeira guerra civil, não fosse o perdão bíblico que a todos é pedido, o amor aos inimigos, era para estarmos já com um paredão de fuzilamento, para todos estes canalhas. Essa é a história, guerra. A coisa ultrapassou todos os limites. Sem o paredão, biblicamente proibido, como resolver a questão? Esta é a situação. Como será resolvido isso sem ser à bala? Não é porque é crime não, é porque é pecado, resolver à bala não pode. Como vai ser então?

 

          Confira nos vídeos abaixo os detalhes de tudo isso que vimos, sempre lembrando que não é porque vídeos e canais foram aqui mencionados que chancelemos 100% do conteúdo de todos os vídeos e de todos os vídeos dos respectivos canais. Às vezes tem um nóis vai, nós fica no meio, tem algo juridicamente incorreto ou a solução indicada não é a mais completa. Quando citamos vídeos aqui é porque eles são integralmente ou quase integralmente aproveitáveis, retratando a realidade de maneira objetiva, inteligente, solene e convergente em relação ao que pensamos.

 

          E comecemos então com Paula Marisa, que particularmente neste caso está d-e-m-o-l-i-d-o-r-a nesse vídeo (o bom do canal é que ela revolve o passado, matando a cobra e mostrando o pau, de maneira rápida, objetiva, sempre com tiradas sarcásticas e colocando na parede os vagabundos, que ficam sempre em constrangedora situação: não podem nem reclamar, pois são contrapostos a eles mesmos; a moça é realmente muito boa!):

  

 

          Além dela, temos outros canais que também tratoram muito bem os vagabundos, como Renato Barros (do canal Renato Barros e do canal Questione-se), Leandro Ruschel, Vista Pátria (um dos mais demolidores, muito dez este canal), o Terça Livre TV (que também vem bombando e tratorando, a despeito de um ou outro deslize em alguma bobeira jurídica), entre outros, que vira e mexe citamos aqui:

  

 

 

 

 

 

 

          Independentemente de um ou outro detalhe técnico ou jurídico que possa estar em desacordo, o que importa é filtrar o que há de útil e aproveitável nas opiniões, devendo todos se unir. No contexto atual, os analistas da internet que agora despontam, como os comumente citados aqui, são figuras que no futuro serão tidas como os maiores maiorais de todos os tempos, verdadeiros anjos que vieram dos céus para esclarecer o povo ignorante e acordá-lo. A dica para estas pessoas é candidatar-se, no futuro, se for o caso, ao cargo de senador. O Senado é o órgão de maior poder na República, o que cassa ministros do STF. A cassação de ministros do STF, todos eles, é agora a prioridade nacional número zero, mais até do que a própria vacinação. É uma questão de vida ou morte para todos, para o país.

 

          Continuando com os analistas, temos o ex-deputado Roberto Jefferson, que descascou os vagabundos do STF com gosto. Apesar de parecer radical, foi ainda ameno na fala e na classificação dos eventos que envolve a Corte integralmente corrupta. E fala assim porque é um bandido condenado na ação penal 470 no STF. E é também um exemplar típico da politicalha, que dança conforme a música. Hoje ele apóia Bolsonaro, que é o único futuro com a chancela do inexorável fado (reeleição em 2022), pois nada mais existe no cenário político, sobretudo agora após a morte de Dória. Se o barco virar, Jefferson embarca no Titanic petista de novo. Assim, nem tudo que ele diz é para se assinar embaixo. Sua audácia ao tratar dos bandidos do STF é porque ele é bandido também, foi condenado no Mensalão. E ele pisa nos vagabundos justamente por isso, por ter sido condenado e ter puxado cana, como boi de piranha, enquanto muitos outros estão por aí, livres, leves e soltos. Todo dia livram a cara de um. De pelo menos um. É daí que vem seu ressentimento. Mas não é só isso. Ele é um dos raros políticos acordados, que percebeu que o jogo da máfia petista é roubar sozinho, pegar o butim inteiro, sem repartir com quem quer que seja, inclusive sacaneando os outros. E Jefferson então é contra isso. Fosse trinta ou quarenta anos atrás, haveria dezenas de Robertos Jeffersons e o STF já teria caído. A decadência hoje é tão violenta que nem para ser bandido profissional (como o carismático Jefferson, do qual nós até gostamos, a despeito de tudo) os bandidos prestam, aliam-se à máfia comunista e depois são descartados, como "idiotas úteis de Stálin". E quando não são alijados do butim são assassinados, como seria o caso da calça apertada. Este agora se livrou da morte ao se foder com o fracasso da sua vacina chingling. Agora seguirá para o seu destino: a sarjeta política. E isso será ponto para Bolsonaro, que agora teve o seu principal contendor abatido pela própria arrogância: mentiu ao prometer algo inexistente, comprou lotes e lotes da merda e ainda se mancomunou com bandidos do STF para forçar o povo a ser obrigado a servir de cobaia para uma porcaria inútil que só vai servir para vagabundos faturarem bilhões em propinas. Resultado: improbidade administrativa, por comprar de antemão algo caro e inútil sem saber das características. E também "impeachment" por crime de responsabilidade. Será cassação ou caixão. O ditador acabou. A mídia corrupta ainda vai tentar insensar o "estrume", mas agora vai ser difícil. Com outras vacinas mais baratas e ditas realmente eficazes, a chingling já era.

 

          Infelizmente, deu tudo errado. A despeito de toda porcaria, imaginávamos que a chingling, por ser uma tentativa de criação de vacina por método tradicional, teria alguma chance de funcionar bem, até melhor do que as outras. O que é mais trágico na história é que o ditador era apresentador de televisão nos anos 90, uma pessoa simpática e que sempre trazia dicas de ética com consultores especializados no programa "Show Business" (sobre empreendedorismo), que era gostoso assistir, uma das melhores coisas que passavam na TV aberta à noite durante a semana na época, algo de altíssimo astral. Dado este retrospecto, pelo menos na frente das câmeras, era pessoa de vasto potencial político, tanto em termos de carisma quanto de competência e vocação. Foi até citado no nosso livro publicado em 2000 com elogios. No fim, ao ingressar na política, reencarnou o que os jornais dele falavam nos anos 80: mais um da "panelinha" da politicalha podre. Já havia ocupado cargo no Estado. Na eleição para governador até votamos nele, mas já sabendo que não era flor que se cheirasse, mas era ele ou a máfia petista de volta com seus postes comunistas nos partidos de esquerda. No fim, veio o desastre, a ruína completa, com o poder subindo à cabeça. Embora sem grandes obras, o governo até que se mexeu bastante, em várias frentes, de forma proativa, como se viu no gerenciamento do caos chinês. Se a jogada da vacina tivesse dado certo, emergiria como sucessor para 2022. Ao aliar-se a bandidos da ditadura chinesa e passando por cima de todas as leis e direitos, fazendo tudo por nada, pois agora a economia está arrasada e a vacina tão prometida é um fiasco, colocou tudo por terra, num suicídio político. Infelizmente deu tudo errado para o simpático e bem quisto apresentador dos anos 90, que tinha tudo para decolar, crescer e aparecer. Jogou tudo fora ao entregar o país para a ditadura chinesa, destroçando a economia e forçando o povo a se sujeitar a uma porcaria inútil, caríssima e que ainda pode trazer efeitos colaterais desconhecidos no futuro. Para quem assistiu aos programas de TV nos anos 90 e viu quem era aquela pessoa na frente das câmeras, o que se vê agora é algo infinitamente triste, uma pessoa que tinha tudo para chegar lá e se matou. É realmente uma pena, muito triste mesmo.

Nova pagina 1
     Globalizalização.Net
   
 
A Globalização e os Trinta Anos de Indexação no Brasil

E-Mail:
contato@globalizacao.net    
 
Copyright ©2021 Globalizacao.Net. Todos direitos reservados. É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização escrita da Globalizacao.Net! Desenvolvimento: WDSistemas Internet Solution.