29 NOVEMBRO 2021
00:04:21
INFORMATIVO - MATÉRIAS
18-11-2021 - GUERRA CIVIL DIA 249. SEGUE O TEATRINHO

 18-11-2021   -   GUERRA CIVIL DIA 249. SEGUE O TEATRINHO

 

Texto revisado, com correções de digitação, às 22h56.

 

          Bandidos seguem com a reunião na Europa, para usá-la como justificativa cretina para uma emenda constitucional futura que mutile a presidência da República.

 

          A patifaria é multifacetada.

 

          Primeiro vem a reunião em si, algo desnecessário, inútil, idiota. É apenas o pretexto para bandidos se reunirem longe da fiscalização da imprensa e do público. Na Europa podem encontrar-se escondidos à vontade. Se de fato fosse necessária uma reunião do tipo, ela poderia muito bem ser feita no Brasil mesmo, ninguém precisa cruzar o Atlântico para ir discutir abobrinha em outro continente.

 

          Segundo, vem o crime de responsabilidade, magistrados reunidos com políticos para discutir política, emenda constitucional casuística. Magistrados corruptos reunidos com políticos corruptos, para engendrar uma mudança constitucional cujo objetivo é tirar poderes do presidente da República (para o caso de Bolsonaro ser reeleito) e entregá-los a um primeiro ministro corrupto a ser eleito por marginais do Congresso Nacional.

 

          Terceiro, vem o crime comum, com magistrados corruptos reunidos com políticos corruptos para fazer uma orquestração criminosa, um artifício para mutilar a democracia e permitir a retomada do controle ditatorial civil absoluto do Estado.

 

          Quarto, vem a propaganda da orquestração criminosa casuística que com o "evento" se transforma em "reforma política" ética, ideal, oficial, moral, supostamente necessária e que se dirá ser fruto de um amplo consenso após grandes discussões. A reunião cretina serve de propaganda antecipada da emenda constitucional vindoura. No futuro dirão que a mudança foi obra de um amplo consenso, consagrado no fórum internacional dos filhos da puta.

 

          A lenha dessa fogueira continua queimando:

 

 

OLAVO ESTÁ VIVINHO DA SILVA, VÍDEO FRESQUINHO, COM DATAS:

 

 

            Neste vídeo o professor de filosofia - e jornalista número um do Brasil - refuta acusações cretinas de que teria fugido do país.

 

          Mesmo que fosse o caso de uma "fuga", isso nada teria de extraordinário, pois em uma ditadura ninguém tem direito a defesa e a julgamento justo, tem mais é de ir embora mesmo, tem de pedir asilo político.

 

          Ex-comunista de carteirinha, Olavo de Carvalho esteve junto com todos os revolucionários comunistas nos anos 60, conhece todos como a palma da mão.

 

          Trabalhou em simplesmente todos os grandes jornais desde então e conheceu a fundo toda a invasão da vigarice comunista na grande imprensa desde o seu princípio. Trabalhou na grande imprensa até os anos 90, quando, já como ex-comunista e ferrenho crítico da vigarice idelógica e da vigarice política, passou a ser boicotado por toda grande mídia.

 

          Após sumir de cena e ficar trabalhando em jornais de menor circulação, mudou-se para os Estados Unidos em meados da década de 2000, a partir de onde, com a internet, passou a divulgar sua experiência, seu conhecimento e suas obras escritas. Montou também um curso de filosofia "online". Com a internet, acabou se tornando mais conhecido entre as pessoas de meia idade do que era até entre os mais velhos no tempo da grande imprensa, transformando-se hoje na maior e única figura da intelectualidade brasileira, a ponta de lança de uma revolução cultural, em contraposição ao avanço da burrice pregada, criada e difundida pela esquerda vigarista e aliada à vigarice globalista.

 

          Com 74 anos de idade e fumante, esteve já algumas vezes, como recentemente, no bico do corvo. Recuperou-se após cirurgias e está de volta agora, há poucos dias, ao batente.

 

          Sua inteligência o fez largar da escola logo cedo, a partir de quando tornou-se autodidata. Nascido no tempo em que havia no país grandes referências culturais ainda, nelas Olavo se inspirou para encontrar seu rumo dentro da filosofia.

 

          Como a filosofia, a política, o direito, a economia e a sociologia estão dentro de um mesmo pacote de idéias que dá azo às diversas ideologias, o jornalista (que é quem apresenta, discute e separa o que tem dentro do pacote) Olavo de Carvalho aproveitou o tempo livre para ler tudo que conseguiu sobre filosofia e política, em especial sobre comunismo, já que foi um comunista de carteirinha. É hoje não apenas o maior, é o único grande especialista em comunismo ainda vivo. Conhece toda a arte da trapaça, da engambelação, da traição, da mentira, da matança, da violência, da guerra e do sangue derramado envolvendo a vigarice comunista em âmbito global.

 

            Ele não sabe o processo de dedução da equação de Einstein, pode não saber fazer um cálculo de equivalente-grama ou do número de Reynolds e não sabe coisa alguma sobre física quântica. Mas em matéria de sociologia, comunismo e vigarice política é o Papa do assunto, simplesmente o Papa, o Einstein da sociologia.

 

          O que o move é o puro interesse pelo conhecimento. A sociologia é algo empírico, algo que se aprende na prática. É um dos conhecimentos mais fascinantes.

 

          É daí que veio Olavo de Carvalho, que está de volta. Bolsonaro e Olavo de Carvalho não são ligados, tiveram raríssimos contatos. O que os une é apenas a sintonia de pensamento, o mesmo foco: deter a vigarice comunista diabólica. Num paralelo, dentro do deserto político e cultural brasileiro que já vem de décadas, Bolsonaro é como se fosse o próprio Messias. E Olavo de Carvalho é como se fosse João Batista. Não são santos como os dois, mas são as máximas e únicas referências dentro do deserto atual. Moro, a despeito de ser honesto, perto de ambos é apenas um lunático em termos relativos, uma pessoa que acredita que lida apenas com simples ladrões. O comunismo é um câncer levado a cabo por terroristas sanguinários, gente assassina, gente que mata e manda matar. Não são meros ladrões. Mas não fica só nisso. José Dirceu não é só um ladrão, só um comunista, só um terrorista, só um assassino, é também um psicopata.

 

          É com isso que se lida. E nesta parte é preciso convir que Moro realmente está mais por fora do que bunda de chacrete, como se dizia.

 

          Moro, como dissemos, deveria se candidatar ao Senado. Caso vencesse para presidente seria logo em seguida assassinado, dando lugar ao vice, que com certeza será um ladrão.

 

          Esse cenário, como dito, só será deslindado com a intervenção militar em 2022. Não haverá a passagem de 2022 para 2023 como a que se viu de 2018 para 2019. Do lado da máfia vem fraude via TSE, fraude de considerar Bolsonaro inelegível ou assassinato. Para driblar isso, só a intervenção militar. Os cenários são então de intervenção militar ou de retorno da máfia ao poder, não há meio-termo.

         

___________________

 

           Foram dois dias com enxaqueca. No primeiro dia conseguimos segurar com a Coca-cola café, latinha de 200 ml, com 40 ml a cada 50 minutos. No segundo dia foi igual, mas junto com pressão alta. Quando é assim não tem jeito, pára tudo, tem de tirar o sangue de uma cabeça e mandar para a outra.

 

Nova pagina 1
     Globalizalização.Net
   
 
A Globalização e os Trinta Anos de Indexação no Brasil

E-Mail:
contato@globalizacao.net    
 
Copyright ©2021 Globalizacao.Net. Todos direitos reservados. É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização escrita da Globalizacao.Net! Desenvolvimento: WDSistemas Internet Solution.