28 NOVEMBRO 2021
23:12:16
INFORMATIVO - MATÉRIAS
25-11-2021 - GUERRA CIVIL DIA 256. MARTELO BATIDO: MÁFIAS VOLTARÃO AO PODER

25-11-2021   -   GUERRA CIVIL DIA 256. MARTELO BATIDO: MÁFIAS VOLTARÃO AO PODER

 

          Os últimos eventos de bastidores indicam que o martelo já foi batido pelas máfias. Elas voltarão ao poder, mas de modo sorrateiro.

 

          O fato se deve à intervenção militar que não foi levada a cabo no tempo devido. As máfias já se realinharam e seguem comendo pelas beiradas, de pouco em pouco. A Lava-jato totalmente esquartejada, desfiguração da justiça federal, traições, fraude e, se necessário, assassinato. É o que vem vindo e se intensificará.

 

          A coisa segue sob o fio da navalha, navalha da máfia. Do lado da máfia pode tudo. Do lado do governo, tudo segue limitado às quatro linhas. É jogar com a sorte, com a utopia. Não há como se chegar a 2023 sem a intervenção militar. Depois dos últimos eventos é possível que não se chegue ao último trimestre de 2022.

 

          Do lado da máfia já há prazo, já há plano, já há meta, tudo já está detalhado. Em face disso, o pano vem sendo passado em tudo que estava pendente, livrando a cara de todo mundo e iniciando a revanche. A reunião em Portugal foi o corolário do plano. Já está tudo pronto.

 

           Por conta disso, teremos uma pausa por tempo indeterminado aqui. Por um lado, teremos de nos concentrar no soterramento pela revanche e, por outro, tudo que era necessário ser dito já foi falado, mais só se fôssemos dar tiro em todo mundo, o que não é o caso, pois se assim fosse teríamos de gastar todo um paiol de munição. E nem assim resolveria, pois o problema básico em si não é a corrupção dos políticos e sim a ignorância do povo.

 

          Embora tudo pareça estar encaminhado e haja até quem fale em destino selado, os eventos nos bastidores indicam que do lado da máfia tudo já está pronto, encaminhado, para a coisa ser resolvida na surdina e de modo definitivo. Vários "benchmarks" já indicaram que a máfia mesmo desmoralizada foi se levantando pouco a pouco. Entraves que há anos estavam atravancando o caminho da máfia foram eliminados e o caminho agora está 100% livre. Falta apenas tirar Bolsonaro do páreo.

 

          A coisa vai feder. O lado  bom, para nós, é que o horizonte final estará definido. A certeza do fim embora horrível é tranquilizadora, pois termina a vã esperança, que é algo muito desgastante quando perdura por demasiado tempo. Fizemos o que foi possível enquanto era possível, mesmo que a possibilidade de resultado positivo fosse de 0,01%. Dentro das vias institucionais comuns era impossível a coisa ser resolvida. Só resolve com a intervenção militar. Sem essa, cada dia a mais é um disparo depois de uma volta do tambor na roleta russa. Daqui para frente serão dez disparos por dia na roleta russa. A qualquer momento o barco vai virar e repentinamente afundar de modo abrupto. E exemplo bem simples disso pode ser o partido negar a candidatura de Bolsonaro na convenção. Daí para frente esvazia-se tudo, pois restarão poucos meses para a intervenção militar se realizar e num cenário que a colocará em categoria de casuísmo para os desatentos. E isso se Bolsonaro estiver vivo até lá.

 

            Teremos uma pausa aqui então por tempo indeterminado para cuidar dos nossos últimos dias de guerra.

 

_______________________

 

          Os marginais do STF reagiram para defender as organizações criminosas, entre as quais a petista, pondo fim à "Lava-jato" iniciada em 2014. Foram várias fraudes judiciais, as principais denunciadas por nós na justiça em duas ações e em denúncia de crime de responsabilidade no Senado contra todos os marginais do STF em 01-01-2019. A atual reação contra as pessoas que denunciam as fraudes e criticam os absurdos visa intimidar o povo. É por isso que ocorrem os atuais abusos de autoridade em série.

 

          Abaixo temos:

 

         Nossa denúncia de 4.166 páginas apresentada no Senado Federal contra os onze marginais do STF que foram acusados de crime comum: integração de organização criminosa, obstrução da justiça, corrupção passiva, prevaricação e abuso de autoridade, ao longo de mais de uma década de bandalheira judicial no STF (e a prática de crime comum perfaz a de crime de responsabilidade):

 

https://drive.google.com/file/d/1jc1forISjO581qZ4N8Aw_ywp6EVJkOPK/view

 

          A denúncia foi apresentada em 01/10/2019 no Senado Federal e tem 103 anexos. Um dos anexos é o 39, um "banner" com 36 metros de comprimento por 0,9 m de altura, com um resumo iconográfico dos itens da denúncia e que foi criado para expor em resumo os motivos que levaram ao possível assassinato de Teori Zavascki (ministro relator da Lava-jato no STF) em 2017:

 

         ANEXO 39

 

https://drive.google.com/file/d/1DJTwRKex-1zIg80AJQYviZhm9oSHHOGJ/view

 

          Abaixo tem-se as 20.706 páginas do nosso processo no STF, PET 7706, no qual foram feitas quatro perguntas sobre o significado do decidido na questão de ordem na ação penal 937 em que o tribunal legislou (sem poder), efetuando o que chamou de restrição das hipóteses de prerrogativa de foro ("restrição do foro privilegiado"). O tribunal se recusou a responder a quatro perguntas sobre o significado do decido na QO/AP 937.

  

          Nesta ação foi dito que se tratou de uma fraude e os ministros foram acusados em juízo de integração de organização criminosa, obstrução da justiça, corrupção passiva, prevaricação e abuso de autoridade. Formaram-se provas incontroversas da fraude judicial, sendo incriminados os onze ministros, o PGR e o vice-PGR. E foi informado dentro desta ação que numa outra, a 50211961120184047000, no TRF4, ação cautelar antecedente de ação popular, foi pedida a prisão preventiva de todos, com afastamento do exercício da função pública, lançando-se mão do direito de ação penal privada subsidiária da ação penal pública, previsto em cláusula pétrea constitucional, ante a prevaricação comprovada da PGR. E foi informado também na ação PET 7706/STF que na ação 50211961120184047000/TRF4 foi requerido que seja oficiado à presidência da República para que seja decretada a intervenção militar prevista no artigo 142 da Constituição, para que se dê poder de polícia suficiente para o TRF4 decretar a prisão preventiva dos ministros do STF ante a prevaricação geral.

 

          A referida ação no TRF4 está agora prestes a ser julgada, depois de vários anos. E é o marco final de bastidores que indica o cenário de catástrofe geral em que as máfias já bateram o martelo porque conseguiram passar o pano em tudo.

  

          No "link" abaixo tem-se os autos do processo PET 7706 no STF, com as 20.706 páginas, processo que tramitou de 2018 a 2021:

 

https://drive.google.com/file/d/19zFs7TvDK_hm_WaRRzkEdMv2HtSrL36g/view

 

          Os arquivos são pesados, têm 398 MB, 116 MB e 943 MB respectivamente. Clique no "link" e depois clique no ícone de "download" e clique depois para fazer o "download" sem a verificação de vírus. O "download" é gratuito.

Nova pagina 1
     Globalizalização.Net
   
 
A Globalização e os Trinta Anos de Indexação no Brasil

E-Mail:
contato@globalizacao.net    
 
Copyright ©2021 Globalizacao.Net. Todos direitos reservados. É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização escrita da Globalizacao.Net! Desenvolvimento: WDSistemas Internet Solution.