29 JANEIRO 2020
06:21:02
INFORMATIVO - MATÉRIAS
15-11-2019 - O GOLPE DA NOVA CONSTITUIÇÃO

15-11-2019   -   O GOLPE DA NOVA CONSTITUIÇÃO


         Não é o momento para uma nova Constituição. Com os ladrões do atual Congresso, ela teria a seguinte redação:

 

          Artigo 1º. Todo poder emana de Lula, imperador supremo.


         Artigo 2º. O imperador é inimputável e não pode ser investigado ou criticado.


         Artigo 3º. A censura é instrumento oficial de repressão de liberdades.


         Artigo 4º. O Ministério Público é instituição cosmética cuja finalidade é arquivar inquéritos de autoridades insolentes.


         Artigo 5º. Todos na plebe são iguais perante a lei, respeitados os privilégios do imperador, dos vassalos congressuais e dos juízes supremos.


         Artigo 6º. O Partido Único é o único legal, sendo a PuTaria a sua ideologia.


         Artigo 7º. Baboseiras diversas serão regulamentadas por lei ordinária, sob fiscalização dos vassalos judiciais.

 

___________________________________

 

 

         A máfia petista já trabalha no pós-Bolsonaro. Após seu assassinato ou deposição, virá a cassação de Gilmar Mendes, um bandido incômodo, por sua independência. Virá a nova Constituição, com Lula presidente e a volta das perseguições seletivas da PGR e do STF, para construção da hegemonia bolivariana.


          A economia irá para o ralo, não propriamente por ser o novo governo petista, mas por ser um governo de ladrões, repetindo-se o visto com o PMDB de Sarney e depois com Collor, nos anos 80 e 90. Lula não roubará até o último centavo dos cofres. Vai levar o cofre também. As turbulências econômicas serão contidas com uma repressão política ditatorial como visto na Venezuela, com mortos, feridos e presos, num genocídio a conta-gotas, se somarmos as mortes nas filas do SUS por conta da ladroagem. Beiçola irá para o caixão, para não abrir a bocarra depois de deposto e substituído por um camarada stalinista radical tipo Fachin.


           A nova Constituição virá para zerar o jogo, passando a régua em tudo.


            É isso. Ou o gado se transforma em gente e se impõe, ou esse será o futuro de médio prazo. Dia 17 o gado vai novamente às ruas, numa ação seletiva, com foco em Gilmar, que os impostores dizem que mudou seu voto para salvar bandidos do PSDB, quando na verdade mudou seu voto porque foi chantageado por Lula e Dirceu.


         Lula não tem "mágoa". Ele não tem mesmo, ele tem agora o ódio de um recalcado, que se soma ao ódio de Dirceu. O ódio é tanto que embora o assassinato de Bolsonaro e Moro esteja já no prelo e tenha por objetivo a retomada do poder, deverá ser com faca de novo, para o sofrimento ser atroz. Fosse só uma retomada de poder ou uma manobra de garantia, a morte seria rápida, como em 2006, com tiros, ou em 2014, a 700 km por hora.


          Ninguém irá investir num país tomado pelo crime. Embora o governo tenha se esforçado bastante e conseguido resultados, há uma trava, um gargalo econômico: o STF petista, que trouxe Lula de volta. E junto com Dirceu. A desmoralização do povo inerte, se prosseguir, deixará o caminho livre para máfia, Bolsonaro será assassinado na caradura mesmo.


          É preciso juntar dezenas de milhões de pessoas nas ruas pelo "impeachment" do STF, seja por meio do Senado pressionado, seja por meio de uma intervenção militar, seja por meio da guerra civil. Caindo o tribunal, o resto desmorona. O ideal é uma reconstrução civil pacífica da ordem pública, o que demonstraria responsabilidade e consciência, algo que impõe um respeito muito mais duradouro do que guilhotinas.


          Tendo em vista o já comentado antes, outro problema da intervenção militar é que mais de 60% da justiça federal, da primeira à última instância, no país, teria de ser dissolvida. Estados como RJ teriam de ser integralmente dissolvidos (Legislativo, Judiciário e MP). A catástrofe é gigantesca. A corrupção nas polícias é gigantesca e num ambiente de carta branca isso seria prejudicial para o próprio regime. O povo precisa acordar e parar de terceirizar os problemas. A intervenção, em teoria, é a solução, mas não tendo sido feita até agora fica evidenciada sua impossibilidade, seja pelo excesso de melancias, seja pelo excesso de problemas a serem resolvidos, seja pela combinação de ambos, o mais provável.


          O Povo é Autoridade também, é Vossa Excelência, como disse a agricultora. É a Autoridade Máxima, a última. É o Povo agora quem tem de resolver a crise. Não há quem possa ou tenha poder suficiente para isso.


         Com o STF integralmente cassado, outros ministros serão indicados e estes poderão determinar prisão preventiva para os envolvidos na Lava-jato, seja desde a investigação, seja após condenação em segunda instância (para os réus não colaboradores). Como vimos, os crimes são imprescritíveis.


         Na nossa denúncia (contra os 11 bandidos do STF apresentada no Senado em 01-10-2019), calculamos as penas pelos crimes comuns básicos cometidos pelos moleques do STF: ultrapassam trinta anos de reclusão, por integração de organização criminosa, obstrução da justiça e corrupção passiva. É a prática de crimes comuns que caracterizou a prática de crime de responsabilidade.


          Não há militares, não ná Legislativo, o presidente está só. Deus não descerá pessoalmente para resolver a situação. Cabe ao povo sair do sofá e acordar e tomar as rédeas da situação. Caso contrário, o gado irá para o abate: Lula volta ao poder já no primeiro trimestre de 2020, eleito pela Globolixo junto com a Smartmatic. Neste dia Bolsonaro terá um encontro com Celso Daniel, Toninho do PT, Teori Zavascki, Eduardo Campos, Roger Agnelli, executivos do Bradesco, Sombra, Dionísio Severo, Orelha, Delmonte Printes e mais uma pá de gente que vaga pelo umbral petista, formado pela egrégora de sangue. Todos eles aguardam ansiosamente o retorno de Lula, esperando-o de braços abertos.

 

 


_______________________

 

NOSSA DENÚNCIA APRESENTADA NO SENADO CONTRA OS ONZE BANDIDOS DO STF EM 01-10-2019:

 

          A denúncia de crime de reponsabilidade que fizemos e entregamos no Senado em 01-10-2019 é documento hábil para fundamentar a intervenção juridicamente. Veja no "link" a seguir:

https://drive.google.com/file/d/1jc1forISjO581qZ4N8Aw_ywp6EVJkOPK/view

 

       No "link" a seguir, tem-se um resumo da denúncia, num anexo de 36 metros de comprimento, com um esquema gráfico, é o anexo 39 da denúncia:

https://drive.google.com/file/d/1DJTwRKex-1zIg80AJQYviZhm9oSHHOGJ/view

Nova pagina 1
     Globalizalização.Net
   
 
A Globalização e os Trinta Anos de Indexação no Brasil

E-Mail:
contato@globalizacao.net    
 
Copyright ©2020 Globalizacao.Net. Todos direitos reservados. É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização escrita da Globalizacao.Net! Desenvolvimento: WDSistemas Internet Solution.