29 JANEIRO 2020
05:02:12
INFORMATIVO - MATÉRIAS
03-12-2019 - LULA, O ASSASSINO, CONTINUA VIVO

03-12-2019   -   LULA, O ASSASSINO, CONTINUA VIVO


          Sérgio Moro disse que Lula é passado. Lula não é passado, é presente e futuro. É um assassino. Ladrão e assassino. Foi quem mandou matar Celso Daniel, segundo o que contou - a Marcos Valério - Ronan Maria Pinto, história contada no depoimento de Marcos Valério. E o aluguel do helicóptero usado para resgatar Dionísio Severo, do PCC, do presídio Parada Neto em Guarulhos, para matar Celso Daniel, foi feito por Freud Godoy, capanga de Lula. Antes de isso ser confirmado, a investigação parou. E o delegado da investigação, Romeu Tuma Júnior, se tornou secretário nacional de justiça no governo Lula. O MPE-SP resolveu investigar o caso de modo sério, mas foi impedido pela corrupção no STF, que proibiu a investigação. Depois disso vieram os atentados do PT-PCC em São Paulo em 2006, o assassinato de Eduardo Campos em 2014, a facada em Bolsonaro em 2018. Para citar só um infinitésimo da história.


          Do lado da máfia, a espera agora é por algum gancho econômico sério para fomentar a manipulação do gado e repetir o que houve no Chile e agora na Colômbia. Se isso falhar, vem o assassinato de Bolsonaro e de Moro, a mando da máfia petista. O PT não é um partido político, é uma quadrilha de assassinos e terroristas, uma organização criminosa, a que originou o Foro de São Paulo, uma máfia internacional.


          A única solução para este problema é colocar o atual STF inteiro na cadeia. Primeiro o "impeachment" e depois a prisão. Com um novo STF, várias decisões fraudulentas do STF poderão ser anuladas, restabelecendo-se o estado de coisas de 2018. E quanto ao que sobrar, pode ser decretada a prisão preventiva dos remanescentes.


          Por isso, toda a pressão deve ser direcionada para o Senado, para a cassação do STF. Integral. Ou então pressão pela intervenção militar, para cassação do STF e dissolução do Congresso Nacional.


          Para o dia 8 de dezembro de 2019 estão marcados novos protestos pela cassação do STF.

____________________________________________

 

ECONOMIA

 

          O governo resolveu tabelar os juros mensais do cheque especial em 8%. Independemente dos aspectos legais, o valor está num meio-termo razoável entre a ganância abusiva e o elevado risco de inadimplência e prejuízo, considerando-se que se vive uma instabilidade institucional (a inflação poderá voltar - e abruptamente - quando Bolsonaro for assassinado pela máfia petista).


         Melhor seria se o governo tirasse a Caixa Econômica Federal e o Banco do Brasil do cartel dos bancos, reduzindo os juros nos bancos estatais para o valor que julgasse conveniente, para forçar uma redução do preço cobrado pelo cartel. Os bancos estatais fazem parte da máfia financeira ao participar do cartel.


          Como já dissemos, nós temos a solução para a economia deslanchar rapidamente, mas isso só poderá ser disponibilizado quando a máfia petista estiver liquidada com 100% de garantia, ou seja, quando o STF inteiro estiver na cadeia. Não adianta divulgar isso agora porque depois de Bolsonaro ser morto ou deposto a máfia petista volta ao poder e usa. E depois vai dizer que foi ela quem resolveu o marasmo econômico herdado de Dilma.


          A inflação baixa é resultado da depressão econômica iniciada no primeiro mandato de Dilma. Como o STF ainda não foi dissolvido, a economia está parada, não há garantia de que o governo não será rapidamente tomado pelos ladrões petistas. Aqui não se está falando de disputa política, de eleição. E sim de golpe, de assassinato e golpe parlamentar, com fraude eleitoral em seguida, repetindo-se o visto na Bolívia (Evo tenta voltar ao poder depois de deposto, insuflando o terrorismo).


          É o STF corrupto quem segura a economia. É o STF corrupto um poderoso braço da máfia petista ainda ativo. E é isso que move Lula a querer retomar o poder. Já está tudo pronto, só falta ele ocupar a presidência. O resto está dominado e a seu dispor. É por isso que a economia está empacada, pois o STF vivo é uma das cabeças da hidra petista em ação. Só quando esta cabeça estiver decepada a máfia petista estará derrotada de vez, selando seu destino irreversível rumo ao cárcere perpétuo e à completa destruição.


          A coisa vai começar a andar quando na Havan o uniforme dos funcionários for uma camiseta com os dizeres "impeachment do STF já".


          Os índices de violência reduziram. Moro trabalhou. O tráfico de drogas recebeu duros golpes. Mas o que mais contribuiu para a redução da criminalidade foi o longo período de depressão econômica iniciado com Dilma, a estocadora de vento. No longo prazo o crime acompanha a economia. No curto prazo a tendência é inversa. Isso porque o crime também é atividade econômica, ilícita, mas é atividade. No curto prazo os homicídios aumentam quando a economia piora, pois o viciado fica sem dinheiro para pagar a droga. E quando a economia melhora, o viciado consegue pagar o entorpecente. No longo prazo, a tendência é inversa. Isso porque quando a economia piora no curto prazo os credores matam os devedores. Como a economia segue piorando, o número de viciados devedores se reduz primeiro porque alguns são mortos. Depois porque os que sobram vão ficando sem dinheiro e com medo de morrer não compram as drogas. O mesmo raciocíno se aplica à receptação.

 

_____________________________________

 

ECONOMIA INTERNACIONAL

 

          Quase todas as novidades que surgiram nos últimos anos em absolutamente todos os setores são de impostores. Gente que começa bem e aos poucos vai se revelando, deixando cair a máscara no momento oportuno. Canais de internet, "sites" especializados da área jurídica ou econômica, revistas, jornais, etc. Tudo patrocinado pela máfia petista e a seu serviço. Raras são as novidades que surgem e que são idôneas, confiáveis.


          Um canal bom no YouTube é mostrado abaixo. Não acompanhamos tudo lá, mas, por ora, é algo bom. Pode ser que no futuro a máscara, se existir, caia. Por ora, é algo aparentemetne confiável. É algo incrível ver gente nova tratando de assuntos complexos com a mesma sagacidade dos veteranos. É o que se tem no canal a seguir mostrado, com alguns vídeos sobre os acontecimentos econômicos do momento:

  

 

 

 

 

 

 

 

 

           Quanto ao que foi dito (para o Brasil), nossa discordância se refere às metas de inflação. O que segurou a inflação nos últimos meses foi a depressão iniciada no  primeiro mandato  da criminosa Dilma (2011-2014), deposta em 31-08-2016, há pouco mais de três anos. Por ora, não é necessário maior arrocho monetário para conter a inflação, podendo a meta seguir como está. Maior arrocho só serviria para desgastar Bolsonaro, podendo causar até deflação.


          Quanto ao mercado financeiro internacional não há uma "loucura" em si. O sistema quebrou em 2008 e continua quebrado até hoje. Desde então só se "empurra com a barriga" a crise. Quase uma década de juro zero plantaram as sementes da próxima crise, que não vai existir, não será uma crise. Será o apocalipse final. Não há proteção no mercado financeiro para este evento, exceto a posse de ouro físico. E armas, munição e estoque de mantimentos para três anos,  para defesa num ambiente de guerra civil. Como dizia Marc Faber, a solução seria se mudar para uma ilha distante, bem no meio do oceano, levando todo o ouro consigo. Por ora, qualquer crise que surja fatalmente deverá ser algo artificialmente forjado pela máfia globalista para abalar a candidatura de Donald Trump à reeleição. Se ocorrer, será como fazer malabarismo com garrafas de nitroglicerina. A máfia globalilista capitalista utilitarista internacional, nesse caso, seria tão inconseqüente que poria em risco até os próprios ativos amealhados, pois não é possível converter tudo em ouro físico e-ou garantir a propriedade, posse ou valor real em médio prazo dos demais ativos numa guerra civil.


          Enquanto o apocalipse internacional não se concretiza (e poderá se seguir agora patinando nesse marasmo indefinidamente), é preciso resolver o apocalipse interno: o STF, o gargalo da economia. Com um novo STF recomposto com onze magistrados honestos, após os onze criminosos atuais seguirem para a cadeia, o estrangulamento econômico produzido pela corrupção terá o seu principal gargalo erradicado. É a corrupção integral no STF que encoraja um Congresso porco a atuar como uma fábrica de aberrações inconstitucionais em prol do crime e do atraso econômico. E encoraja também a corrupção e o moral do assassino Lula.


          Colocar o STF na cadeia não é só uma questão moral, é também uma questão econômica. Para isso, as dezenas de denúncias de crime de responsabilidade apresentadas no Senado precisam ter andamento.


          A nossa pode ser vista no "link" abaixo (denúncia de crime de responsabilidade apresentada no Senado em 01-10-2019 contra os onze ministros do STF integralmente corrompido, braço jurídico da organização criminosa petista):

 

https://drive.google.com/file/d/1jc1forISjO581qZ4N8Aw_ywp6EVJkOPK/view

 

          A denúncia tem 4.166 páginas, com 103 anexos. No endereço de internet a seguir indicado é possível acessar arquivo em PDF que contém um esquema gráfico ("banner") com um resumo da denúncia, com 36 metros de comprimento por 0,9 metro de altura. É o anexo 39 da denúncia, constante do apenso 7:

 

https://drive.google.com/file/d/1DJTwRKex-1zIg80AJQYviZhm9oSHHOGJ/view

Nova pagina 1
     Globalizalização.Net
   
 
A Globalização e os Trinta Anos de Indexação no Brasil

E-Mail:
contato@globalizacao.net    
 
Copyright ©2020 Globalizacao.Net. Todos direitos reservados. É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização escrita da Globalizacao.Net! Desenvolvimento: WDSistemas Internet Solution.